Viajando sozinha pela primeira vez, mais uma noite virada e uma quase merda acontecia em Madri: A parada do ônibus que iria me levar para o aeroporto de madrugada estava fechada. Desenrolei um portunhol bem tosco pra pedir pro taxista me levar para a parada certa. Perdi o ônibus das 3:30 da manhã e, muito provável que eu fosse perder o voo se esperasse o próximo. Me vi as 3:30 da madrugada numa praça, sozinha. Comecei a ficar noiada com a situação, a gente sempre tem que ta preparada pra tudo, ainda mais viajando sozinha, não importa se a gente tá na Europa.. Felizmente começaram a chegar pessoas que, aparentavam esperar o mesmo ônibus que eu, porém tinha muita gente rachando o táxi pra ir pro aeroporto. E, foi em 2013, em Madrid, que eu tive a minha primeira experiência de um uber pool, hahaha, dividi táxi com estranhos, cada um pagou uma parte e todos chegaram a tempo 🙂 Depois do micro stress, estava na hora de visitar Roma pela primeira vez e passar 2 dias por lá.

Dormi apenas 2h e cheguei em Roma. Fui pegar o trem mas eram €14, chocada, preferi pegar o busão pra estação Termini €5. Demorei a vida pra chegar ao hostel. Muito trânsito. O hostel ficava bem perto da estação de trem onde me deixaram, a estação Termini. É lá onde todos os ônibus que saem do aeroporto param. Fui a pé mesmo, com 2 malas, uma mochila e uma rua de pedras, haha, não tive muita escolha já que eu já estava viajando há dias. A malinha pequena eu tinha comprado em Madri, pensando que estaria viajando sozinha de trem pela Itália e eu não queria ir com uma mala enorme pra cima e pra baixo.  Como o check in era só às 15h, larguei as malas numa sala na recepção e fui andar. Conhecer Roma em dois dias (e meio) parecia um desafio e eu não sabia por onde começar. Decidi encontrar a Fontana di Trevi. A capital italiana estava bem nublada, na dúvida, levei o guarda-chuva. FOI-O-MAIOR-TORÓ-DA-MINHA-VIDA. Obrigada Roma, pela recepção ❤

roma com chuva

Entre um toró e outro, uma ruela e outra e quase sem bateria para consultar o Google Maps, comecei a me arriscar no Italiano pra pedir informações e a galera me respondia com mímica e falando pau-sa-da-mente e dava pra entender 🙂 Até que achei a bendita fonte que, todo mundo quer ver assim que pisa em Roma! Fontana di Trevi!
Era a primeira vez que estava viajando sozinha, sozinha, sozinha mesmo e vou te contar, tinha horas que era maravilhoso, mas o mais frustrante era não poder pedir pra alguém tirar uma foto ASSIM pra você. Até hoje sofro desse mal haha. E, mesmo que seja a foto mais normal do mundo, nunca sai como a gente quer, to mentindo? 🙁 Hoje em dia já desenrolei muitos paranauês pra tirar foto sozinha mas no começo era sofrimento! Olha isso:

selfie fontana di trevi

hahahaha

Deus abençoe a câmera frontal (e hoje em dia o meu tripé + gopro). Frustração a parte, vista registrada adequadamente da Fontana di Trevi, saí em busca do Panteon. Conhecer Roma em dois dias exige pernas, mas essas ruelas, suas motoquinhas e este sotaque incrível é apaixonante! Comentei que do aeroporto até então eu me apaixonei exatas 87 vezes? Sabe o time de vôlei da Itália, pois é minha filha, existem vários times de vôlei andando pela cidade ❤

ruas de roma

Homem vestido de soldado romano

Comer na capital italiana é muito barato. Foram dois dias em Roma e comi bem, muito bem, em um restaurante em local turístico (Piazza San Pietro, casa do Papa) um spaguetti delicia + água mineral e gastei €12,90! E ainda sobrou moedinha para um gelato famosíssimo de um lugar chamado Gelateria Frullati, que tinha ali perto, tinha até fila pra pedir, por €2. Fiquei 2 dias e meio em Roma e acho que deu pra ver as principais coisas… meio corrido, mas deu. Coliseu e Vaticano eu fiz no mesmo dia. Vale a pena visitar o museu do Vaticano só pela Capela Sistina… não entendi porque não pode filmar lá dentro, o que mais tem é gente tirando foto e pessoas sendo repreendidas… Andar todo o museu cansa muito, mas é lindo demais. É meio claustrofóbico devido a quantidade de pessoas que circulam por lá, portanto já vá preparado para ter paciência, pois você gasta pelo menos metade do dia no Vaticano.

Comer

Rezar

Capela Sistina em Roma

E amar ❤

Visão lateral do coliseu, em Roma

Nesta de explorar Roma em dois dias foram muitas andanças. Em um dos passeios pelas ruelas descobri igrejas lindíssimas e fui cair justo na rua das grandes marcas, a Via dei Condotti. Ai como dói ser pobrinha 🙁 A loja da Dolce Gabbana é um mundo paralelo.. você entra e parece pequena, mas é um labirinto. Mas escorreu aquela lágrima no canto do olho ao sair da loja com uma sacolinha da H&M.

Como estava viajando sozinha pela primeira vez, Roma acabou por ser a cidade onde fiquei em hostel pela primeira vez e foi meio traumático, haha. Não é fácil ser chata e ainda ter que dividir quarto com estranhos. E eu tive azar, né? As pessoas chegavam bêbadas, batendo em tudo, chegavam tarde e ficavam de conversa alta no quarto e pra completar, quando dormiam, apagavam mesmo e não desligavam o despertador, roubaram até meu sabonete… Sabonete, gente! Sem falar da nóia que é sair e deixar tua mala lá no quarto, inocente e desprotegida eu era haha 🙁 Ai, nasci pra ser viajante, mas mochileira não hahaha A única parte legal de hostel é fazer amigos 🙂

Mas é isso, Roma é uma cidade pra se apaixonar e uma ótima opção pra quem quer começar a viajr sozinha, seja pelos italianos ou pela gastronomia haha Essa cidade respirar amor e carboidratos. Saindo de Roma, fui pra Florença.

Tá pensando em ir pra Roma? Recomendo utilizar o Booking, melhor site para reservas e com opções em todos os lugares do mundo, fazendo a reserva por esse link você vai estar ajudando o blog a continuar a ter conteúdo sincero e gratuito 🙂
Passagens para Roma
Passagens aéreas saindo de
 

Assine a nossa newsletter

Recebe aí as novidades no teu email e ajuda o blog a crescer

Não irei dar, trocar ou vender o seu endereço de e-mail, ta? É confidencial, prometo!

Compartilhar:
Escrito por rebecca
Ex- futura arquiteta, antiga Diretora de Arte e Mídia, atual Analista de Marketing Digital e para sempre Nômade.