Mãe e filha mergulhando / foto: Denis Moskvinov - Viajar sozinha com filho
Você é daquelas que adora viajar, mas engravidou e agora está com medo de precisar abrir mão da estrada? Não precisa abrir mão de nada, apenas se readaptar. Te explico: na minha lista de mulheres inspiradoras as mães viajantes estão no topo. Isso porque, a decisão de se manter na estrada após a maternidade é extremamente corajosa, afinal, você não está mais sozinha. E se viajar sozinha já é um grande desafio, viajar sozinha com filho – pequeno, principalmente – é um desafio ainda maior.

Não tenho filhos e, durante muito tempo, pensei em não tê-los de jeito nenhum por medo de a maternidade acabar com meu sonho de viver viajando. Hoje sei que uma coisa não exclui a outra, por isso, as crias voltaram a fazer parte dos meus planos futuros. Enquanto eles não vem, meu hobby preferido é incentivar amigas que já são mães a viajarem junto com seus filhos. Como? Dando dicas e mostrando histórias de mães viajantes com crianças de todas as faixas etárias. Para minha alegria, minha tática já surte efeitos. A Bruna, minha amiga de infância, por exemplo, começou a levar a filhota Sophia, 7 anos, para todos os cantos. Neste exato momento, inclusive, as duas estão na Bahia e me mandaram essa foto 😅:
Mãe e filha na praia - Viajar sozinha com filho

Bruna, Sophia e suas caretas na Bahia ❤️

No decorrer deste texto, você encontrará dicas de destinos, como se planejar e perfis de mães viajantes para te inspirar. Vamo comigo!

Dicas para viajar sozinha com filho
Separei cinco dicas infalíveis para sua viagem com a cria ser ainda melhor. Confira:
  • Desbrave lugares diferentes
Muitas pessoas acham que quando se viaja com crianças deve-se se prender a Resorts ou parques temáticos. Pesquisando sobre mães viajantes, percebi que a grande maioria preferia apresentar o mundo aos seus filhos mostrando diferentes culturas e tudo o mais, do que limitá-los a um determinado estilo de viagem. Quer um exemplo? Durante a viagem, procure levar seu filho para assistir uma apresentação de música ou dança regional. Em casos como esses, tais apresentações não são feitas apenas para entreter os turistas, mas também contribui para explicar sobre tradições culturais daquele determinado destino. Na prática funciona assim: escolheu a Nova Zelândia como destino? Leve-a para ver uma apresentação de Haka, tradicional dança de guerra neo zelandesa. Esse tipo de experiência a gente não esquece jamais 🙂
  • Apresente o destino
Envolva-o na viagem. Como? Apresente o destino à ela/ele, conte o que farão durante a viagem, monte o roteiro juntos… Isso contribuiu para que tudo saia bem e o faz fazer parte do processo.
  • Faça um check-list 
Se você não costuma listar o que levar em viagens, repense. Essa pequena atitude pode evitar muitos perrengues. Já imaginou precisar de algo imprescindível para a criança e ter esquecido? Bata na madeira! Ou melhor, coloque na mala e depois confira a lista. Como já dizia minha mãe, é melhor prevenir do que remediar 🙂
  • Voos? Prefira os noturnos
No ato da compra da passagem, se for um voo longo, opte por voos noturnos. Caso o voo seja curto, prefira um horário que bata com a hora da soneca. 
Fique ligada

Bebês e crianças menores podem viajar de avião normalmente. Para isso, basta que os pimpolhos estejam protegidos contra baixas temperaturas, alimentados e com as fraldas trocadas. No entanto, não é incomum que surjam desconfortos decorrentes da mudança de altitude e pressão durante o voo. Portanto, anote essa dica: movimente a mandíbula da criança – faça-a engolir, mamar, beber aguá ou chupar chupeta. Essa medida simples ajudam a equilibrar a pressão do ouvido e, consequentemente, garante uma viagem tranquila para todos.

  • Peça dica aos locais  
Para mim não existe coisa melhor do que desbravar um destino com a ajuda dos locais. No hotel, entre nos grupos de Facebook da cidade ou país e peça dicas aos membros. As dicas serão as melhores, pode apostar. Eles vão saber te orientar melhor se a atividade que você quer fazer é aconselhável levar crianças ou não.
Bônus
  • Deixe seu filho/filha ditar o roteiro por um dia
Achei essa dica demais e veio de uma amiga minha. Diga ao seu filho que o roteiro do dia é dele, deixe-o livre para te guiar e surpreenda-se!
  • Rotina? Relaxe!
Acredite: sair da rotina também é saudável. Então não se preocupe se o seu filho passar 15 dias sem uma alimentação regrada, por exemplo. Tudo isso será recompensado com as memórias lindas que vocês estão criando. Tem coisa melhor?
Destinos Internacionais para viajar sozinha com filho
  • Orlando, Flórida (EUA)
A terra do Mickey não poderia ficar de fora dessa lista. Conhecer a Disney Word e seu complexo com seis parques é o sonho de dez entre dez crianças – adultos também -, e embora não seja um destino lá muito barato, vale muito a pena! Uma semana é o ideal para curtir com a cria. Quer uma dica? Fique ligada nas promoções de passagem, sempre rola!
A Disney é o lugar dos sonhos para qualquer criança. (Foto: Matt Stroshane)

A Disney é o lugar dos sonhos para qualquer criança. (Foto: Matt Stroshane)

  • Reino Unido 
Seu filho/a é “Potterhead”? Então embarquem para o Reino Unido o quanto antes! O universo de Harry Potter – o The Magic Making of Harry Potter, dentro dos estúdios da Warner Bros – fica a apenas 35 minutos de Londres, capital inglesa e deixa qualquer fã maravilhado. Vocês vão poder explorar livremente os cenários e contemplar objetos, figurinos e tudo o mais que esteja relacionado ao bruxinho e sua turma. Uma experiência incrível, com certeza!
O universo de Harry Potter esperava você e seu filho!

O universo de Harry Potter esperava você e seu filho!

  • Valle Nevado, Santiago (Chile)
Que criança não se encanta com a neve, hein? A opção mais barata está bem aqui do lado, no Chile. O Valle Nevado – a maior e mais famosa pista de esqui do hemisfério sul – tem um complexo exclusivo para a criançada, o Burton Riglet Park. Pensado para crianças de 4 a 9 anos, o local simula as pistas de esqui para adultos onde os pequenos aprendem snowboard sob a orientação de instrutores. Diversão garantida!
O Valle Nevado, Chile, é diversão garantida para a criançada. 

O Valle Nevado, Chile, é diversão garantida para a criançada.

Destinos nacionais para viajar sozinha com filho
Se tem um destino que faz jus ao nome é Bonito, Mato Grosso do Sul. A região é perfeita para se viajar sozinha com filho pois possui uma excelente infraestrutura e oferece diversas atrações para você e seu pimpolho. Não deixe de visitar o Rio Baía Bonita, uma das maiores atrações do local. Ao longo de seus 800 metros de águas cristalinas é possível ver e mergulhar com dezenas de espécies de peixes. Inesquecível!
mergulho em Bonito MS
O Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses e sua exuberância dispensam apresentações, basta ver uma foto para entender do que se trata e, consequentemente, se apaixonar. Na lista de “viajar sozinha com filho” esse é, sem dúvidas, um dos destinos mais recomendados. Entre as atrações estão desbravar as dunas de areia em veículos 4×4, se banhar nas lagoas cristalinas e provar os pratos locais. Uma experiência e tanto!
  • Península do Maraú, Bahia  
No litoral sul da Bahia esconde-se um dos lugares mais bonitos desse Brasilzão: a Península de Maraú. São mais de 40 km de praias paradisíacas e piscinas naturais para você e seu filhote desbravarem. É conhecer e se apaixonar perdidamente.
A Península de Maraú é tão perfeita que parece de mentira. 

A Península de Maraú é tão perfeita que parece de mentira.

Mães viajantes que mostram que viajar sozinha com filho é possível

Se você chegou até aqui é porque viu que é possível viajar sozinha com filho é super possível, certo? Que bom! Então para fechar esta postagem com chave de ouro, separei três Instagrans de mães viajantes para te inspirar:

Mommy Musings

Mãe de uma menina de 11 anos, Stefanie é dona de um blog de viagens inspirador. Tanto no blog quanto em seu instagram ela mostra a sua rotina pela mundo retratada com muita cor e boas doses de aventura. Lindo demais!

Viagem com filhos

Aqui, quatro mães viajantes dão dicas preciosas de como viajar pelo mundo com as crias. Além do perfil no Instagram, o “Viagem com Filhos” também é um blog. Vale a pena conferir!

Viajando com pimpolhos 

Sut-Mie é uma super mãe que viaja com as duas filhas a tira colo. Suas dicas são uma mão na roda para qualquer viagem. Dê uma stalkeada e inspire-se!
Documentação
Veja detalhes sobre o passaporte infantil  no site da Polícia Federal. Em países como Argentina, Chile e Peru não é necessário o passaporte, basta apresentar RG em bom estado emitido em até 10 anos, mas é importante esta alinhada com o pai da criança sobre a viagem para evitar transtornos 🙂
Organize melhor sua viagem Já reservou o seu Hotel? Eu sempre uso o Booking, melhor site para reserva e com opções em todos os lugares do mundo! 

Não esqueça seu seguro viagem! A Seguros Promo é uma das melhores opções porque tem opções bem baratinhas! Usando o código VAMOCOMIGO5 você tem 5% de desconto :) 

Não fique sem internet se for viajar para o exterior, ter conexão no celular é uma questão de segurança quando você viaja com crianças! Compre o chip da Easysim4u e fique despreocupada.
fimdepost_vamocomigo

Assine a nossa newsletter

Recebe aí as novidades no teu email e ajuda o blog a crescer

I agree to have my personal information transfered to MailChimp ( more information )

Não irei dar, trocar ou vender o seu endereço de e-mail, ta? É confidencial, prometo!

Compartilhar:
Escrito por Camila Ferrari
Colaboradora do Vamo Comigo e redatora autodidata que sonha em ter o mundo como quintal.