Depois de uma noite congelante na pousada (não tinha aquecedor 🙁 ) passaram pra pegar a gente às 8h da manhã e partimos para conhecer o Valle do Arco Íris, que nos venderam dizendo que eram formações rochocas coloridas e num sei o que, lindo demais e bla bla bla, ok… vamo.

Valle-do-arco-Íris

No carro cabiam só 8 pessoas o que tornou o tour bem agradável, parecia um tour privado 🙂 No caminho cruzamos com lhamas! ♥ que acredito que foi a melhor parte do passeio hahaha elas ficam passeando livremente pelo caminho e o interessante é que o guia disse que elas ficam soltas sem nenhuma cerca mas cada dono sabe qual lhama é a sua, algumas tem umas paradinhas coloridas nas orelhas, tão típicas, para identificação das mais parecidas. Pra mim são tudo muito igual mas ok hahaha descemos pra tirar fotos e uma se aproximou mais, o guia me disse que essa era mais acostumada com selfies e que não cospia em você hahahaha

Valle-do-arco-Íris

levei uma carreira dela <3

Seguimos pro Valle do Arco Íris, parecia bem vazio aparentemente não é um passeio muito procurado em San Pedro. Lá o guia nos explicou que as cores das rochas é decorrente a quantidade de diferentes minérios e dava aquele efeito de arco íris, que ao meu ver tinha nada de arco íris, mas tudo bem hahaha é bem bonito lá também. O guia nos deixa livre pra explorar entrando mais nas rochas e eu descobri uma ex cachoeira lá dentro.

Valle-do-arco-Íris

A agência leva um lanchinho pra gente e nos apresentou duas ervas conhecidas na região o pinga pinga que é usada como viagra hahaha e o rica rica que eles colocam em praticamente tudo, do frango à limonada, em San Pedro é muito comum achar pratos e bebidas com essa erva. O guia disse que podiamos pegar um pouco e levar pra tentar cozinhar algo no Brasil, o que eu fiz. Logo depois a gente andou mais pelas rochas e fim, cabou-se Valle do Arco Íris. Confesso que se meu passeio das Pedras Rojas não tivesse sido adiado eu não teria incluído na programação, não é algo imperdível a se fazer.

Valle-do-arco-Íris

Depois de lá seguimos para os Petroglifos, que até então eu nem sabia o que era (me julguem), mas quem ta no mesmo bonde que eu: são figuras feitas por civilizações antigas talhadas na pedra. Eu não curto muito essas coisas e achei um tanto quanto chato 😛 mas a gente tirou uns retrato sim.

Valle-do-arco-Íris

Aqui estavamos cerca de 3.200m de altitude o que pode afetar um pouco a respiração dos mais sedentários, nada grave porém importante tomar muita água pra diminuir o desconforto. Eu não senti nada todos os dias que estive lá, e não sou nenhum atleta mas  cada corpo é um corpo né? 🙂

Valle-do-arco-Íris

quase nenhum visitante

O passeio não dura o dia inteiro então no mesmo dia fiz o passeio para conhecer as Lagoas escondidas, que pra mim foi o meu preferido.

Informações importantes:

  • O passseio saiu dentro de um pacote que eu fiz de 5 passeios que saiu 81.000CPL tudo (valor em 2017)
  • Leve protetor solar, o frio só engana
  • Leve também uma garrafa de 1,5L de água pra todos os passeios, a gente ta no meio do deserto né? a desidratação é normal.
  • Sapatinho confortável, sempre.
  • Reserve sua hospedagem com antecedência, para ver opções de hospedagem clique aqui.

Assine a nossa newsletter

Recebe aí as novidades no teu email e ajuda o blog a crescer

I agree to have my personal information transfered to MailChimp ( more information )

Não irei dar, trocar ou vender o seu endereço de e-mail, ta? É confidencial, prometo!

Compartilhar:
Escrito por rebecca
Ex- futura arquiteta, antiga Diretora de Arte e Mídia, atual Analista de Marketing Digital e para sempre Nômade.