cidade de Lyon

Lyon foi uma surpresa muito boa num roteiro que eu fiz em 2015. Era inverno e antes de viajar eu mal tinha pesquisado o que fazer nessas cidades e tava com medo de não ter absolutamente nada pra fazer lá! Um lindo engano.. Lyon se tornou uma das cidades que eu mais indico pra quem quer ter um final de semana ao ar livre e indoor 🙂 tava muito frio em janeiro (peguei -5) mas isso não me impediu de aproveitar a cidade a pé, nem de bicicleta! Descobri inúmeras coisas d o que fazer em Lyon e montei um roteirinho pra que vocês saibam se organizar na hora de visitar a cidade 🙂 Vamo Comigo?

Eu sai de Paris de trem com direção à Lyon. A passagem custa em média X e dura umas 4h… passa rapidinho e as paisagens não decepcionam 🙂 Mas aconselho não chegar por lá a noite… me assustei com o vazio do centro de Lyon a noite, principalmente se você estiver viajando sozinha. Embora o susto, fui a pé pra o meu hostel que ficava 1,5km de lá sem maiores incidentes. É sempre legal você viajar com internet no celular pra chegar em qualquer lugar e se guiar pelo googlemaps! Eu aconselho vocês comprarem um chip na Orange que pega em toda Europa ou na Easysim4u que você recebe em casa muito antes de embarcar pro Brasil 🙂

Fiquei no SLO Living Hostel que fica no centro de Lyon e embora a região a noite seja bem mais ou menos, eu amei esse hostel! Super organizado, limpo, todo bonitinho e o café da manhã mesmo sendo é pago é bem servido, custa €5. A galera que trabalha lá era muito gente boa e os quartos muito confortáveis, com grandes lockers pra você colocar suas coisas.  É claro que por ser hostel você pode ter problemas com outros hóspedes… em uma noite um senhor (senhor mesmo) dormiu no nosso quarto e roncou ALTÍSSIMO a noite inteira kkkkk por essas e outras eu só escolho dormitório feminino. A chance de achar uma roncadoura é menor 😀 As diárias são a partir de 25€, para reservar clique aqui. 

fotos do hostel

O que fazer em Lyon Dia 1

Primeira lição: O hostel ficava muito perto de tudo que o turista precisa conhecer em Lyon então nada de comprar bilhete de transporte ou o tal do Lyon Card se você só tem dois dias na cidade… comecei meu passeio por Vieux Lyon, a pé mesmo. Fazia um dia lindo mesmo estando muito frio, as pontes já me consquistaram.

centro de lyon

centro de lyon

A”velha Lyon” fica no alto onde tem aquele “castelo” ali na foto sabe? daí pra subir a gente pega o bondinho tipo o do corcovado pra ir até lá, custa €2.80 e da pra ir e voltar. Também da pra ir a pé, mas a subida é muito ingrime… se o bilhete não fosse ida e volta eu com certeza desceria a pé #economias. Lá em cima, na colina, existe a Basílica Notre-Dame de Fourvière (que eu pensava que era um castelo kkk) e uma vista encantadora da cidade.

catedral de lyon e vista de cima da cidade

Logo ali do lado da pra ir a pé ao teatro a céu aberto, resquício de quando a cidade foi capital da Galía durante o império Romano. Lá também tem um museu que conta toda a história do local, eu preferi sentar naquelas ruínas e observar o movimento. O passeio é todo gratuito e muitas pessoas vão até o palco para falar algo para seus amigos que estão no topo da escadaria e incrivelmente a acústica do local ainda é muito boa!

teatro a ceu aberto em lyon

Quando desci da Vieux Lyon comecei a passear pelas ruinhas da cidade, cheia de restaurantes e lojas. Fiquei sabendo que Lyon é a capital da gastronomia francesa mas infelizmente alguns restaurantes não ficam abertos até 15h então se você quiser provar algo, é melhor chegar mais cedo, especialmente porque eles são muito lotados! Eu comi sushi 🙁 kkkk Ainda embaixo existe também outra igreja interessante, a Catedral de Saint Jean e seu relógio astrônomico do século 14 que só toca em horários específicos: 12h, 14h, 15h e 16h. A entrada é gratuita, mas eu não entrei hahaha ela fica quase em frente ao bondinho que te leva pra Velha Lyon (ou Vieux Lyon).

Catedral de Saint Jean

Depois do almoço a minha tarde ficou legal e mais quentinha quando eu decidi entrar no Musée Miniature et Cinéma (ou Museu da Miniatura do Cinema) que me fez voltar no tempo (fui diretora de arte por algum tempo). O museu é enorme e o ingresso custou 5.50€ com minha carteira de estudante e minha cara de jovem kkkk São 5 andares de muita direção de arte!! ♥ A visita começa com toda a cenografia do filme O Perfume, que na verdade foi filmado em Munique e recriado no museu pela equipe de arte do filme, massa né?

recriaçao do filme o perfume em lyon

O passeio continua por salas com exposições de objetos de cena, documentários e maquiagens incríveis de latex de estúdios do mundo todo! É simplesmente incrível como cinema da trabalho de fazer e triste que em muitos lugares seja interpretado apenas como hobby. É uma indústria encantadora ♥

museu da miniatura

museu da miniatura

museu da miniatura

Todos são maquetes de cenários!

Aí pra completar minha paixão o museu tem uma ala dedicada apenas à miniaturas!! nhooom ♥ Pra quem não sabe, os grandes estúdios antes de montar os cenários confeccionam pequenas réplicas e isso ajuda a elaborar a concepção cênica do filme e também todos os movimentos de câmera que o diretor queira fazer e para isso é necessário planejamento de retirada de parede, móveis e afins. Mas as maquetes do museu são tão sensacionais que é impossível ser usada apenas para estudo de cena. Nas fotos parecem que os ambiente são reais não é? Mas são todos minuscúlos e perfeitos, em todos os detalhes. Eu amei esse museu e passei praticamente uams 3h lá dentro!

Voltei pro hostel pra descansar um pouco e vou contar uma história legal que aconteceu comigo em Lyon… Antes de fechar o hostel, eu procurei hospedagem em Lyon no couchsurfing. (É uma plataforma de pessoas que oferecem hospedagem de graça em suas casas para alguns viajantes) Mas acabei optando pelo hostel mesmo porém eu já tinha feito contato com algumas pessoas em Lyon e a noite eu resolvi encontrar uma delas que foi super gentil comigo, o Giuseppe. Italiano mas morador de Lyon há 8 anos. Giuseppe tem uma história bem triste… ele foi pra Lyon por causa de uma namorada que morreu de câncer havia 5 meses e por querer acompanhar ela nos últimos momentos de sua vida ele perdeu o emprego 🙁 É muito bizarro conhecer esse tipo de história e ver que a gente não sabe o que é solidão depois que conhece a história de pessoas assim. Desde então ele procura um emprego para se reestruturar na vida, receber estrangeiros em sua casa é uma forma de voltar a viver. Não tirei fotos com Giuseppe porque fiquei muito comovida com sua história… 🙁

Mas  Giuseppe me mostrou a cidade a noite e me levou pra comer em um restaurante muito conhecido em Lyon e de preço ótimo. A comida é francesa de verdade kkkkk Prato vazio e muito, muito pão pra acompanhar porém deliciosa! Anota aí: Restaurant les 7 Pêches.

lyon a noite

Restaurant les 7 Pêches.

Gostei demais da ideia de tentar contato com um habitante da cidade pra me fazer companhia. Viajar sozinha é muito bom mas as vezes é muito solitário… ter um guia local e que te mostre lugares que os turistas não vão é bem interessante! 🙂 O Giuseppe me deixou no hostel (tudo a pé) e fim do primeiro dia.

O que fazer em Lyon Dia 2

Acordei mais apaixonada por Lyon.  Decidi tirar o último dia pra ir no Museu Lumière pois seria um dia cinzento e com chuva. Eu tava esperando muito desse museu e pensei que iria passar o dia todo lá. Como o museu não fica na zona turística de Lyon eu decidi ir de bicicleta, liguei o gps do celular e fui na fé. Um frio desgraçado na fuça mas uma economia de 1,80€ do metro hahaha. Pra usar a bicicleta basta ter um cartão de crédito mas você não é cobrado se usar por meia hora, caso ultrapasse a meia hora você paga €1 pela hora de utilização 🙂 Super simples! Pra retirar de novo a Bike, guarde o papel que é dado quando você faz a primeira utilização, esse será o seu número de identificação.

andando de bicicleta em lyon

O passeio foi super agradável e deu uma esquentada no corpo que tava sofrido demais por conta do frio kkkk Perto do Museu deixei a bike e comecei a observar que todos os nomes de ruas são em forma de claquete, muito bonitinho.

placas de identificação das ruas de lyon

O Museu Lumière é exatamente a casa onde os irmãos Lumière (inventores do cinema) moraram durante grande parte  da vida e foi lá que fizeram a primeira filmagem em 1895, considerado o nascimento do cinema. O nome do filme é “La Sortie de l’usine Lumière à Lyon”. Eu cansei de ver esse filme na faculdade mas me ensinaram que o nome era apenas: “La Sortie de l’usine” e eu não sabia que tinha sido em Lyon nem muito menos que era propriedade da família! Ver a cena contextualizada é muito mais interessante. A tal fábrica era da família e ficava na parte da frente do terreno, eu só conseguia imaginar eles criando trilhões de coisas dentro de casa e depois indo pra fábrica pra “brincar” kkkk Era um complexo enorme e logo na entrada você já vê uma maquete de como era a área na época.

maquete da fábrica Lumiere

E aqui o filme. Dá pra reconhecer a arquitetura da entrada e eles colocaram um painel de vidro muito legal na entrada que da pra entender realmente como a cena foi feita.

Existem placas no chão homenageando aqueles que ajudaram no processo de desenvolvimento do cinema como exemplo Daguerre e Niépce, que desenvolveram processos que culminaram na fotografia. O resto do museu você encontra mais objetos que os irmãos usaram para propagar e desenvolver o cinema. Também tem um documentário (legendado em inglês) que conta toda a história deles, eu achei incrível tudo que vi por lá.

placas no chao do museu lumiere

É possível ver como a ideia do cinema foi concebida através de vários instrumentos como o Praxinoscópio (valeu Nathan!). Câmeras antigas, processos de colorização de fotos e alguns produtos da fábrica Lumière. Do lado de fora existe um grande painel com a foto de vários cineastas reproduzindo a “saída da Fábrica Lumière” e entre eles está Cacá Diegues, grande cineastra brasileiro! 😀 Do outro lado da rua tem uma plaquinha dizendo “foi exatamente daqui que os irmãos Lumière se posicionaram para fazer o primeiro filme da história” Demais!

 

frase irmaos Lumieres

“O cinema diverte o mundo inteiro. O que poderíamos ter feito de melhor e que nos dá mais orgulho?” Louis Lumière

 

Peguei minha bicicletinha e voltei pro centro de Lyon. Eu lembrava que tinha visto em um blog sobre umas pinturas em prédios abandonados que imitavam “cenas do cotidiano” francês e que dava outra vida a cidade. Fui atrás desses muros mas não achava no google o nome deles até que devolvi uma bike e na minha fuça estava um! ♥ Aí foi fácil achar o resto… de bicletinha mesmo fui atrás de mais alguns… Em alguns eles retratam personalidades famosas de Lyon como os irmãos Lumière e colocam janelas onde não existem janelas. Nas fotos não sei se da pra perceber mas muitas janelas são apenas desenhos! Muito legal. Depois descobri que essas pinturas são chamadas de mur des canuts e também são encontradas no Quebec 🙂

O que fazer em Lyon - mur des canuts em lyon

Depois da bicicletada eu fui finalmente experimentar a culinária de Lyon. Voltei no mesmo restaurante que tava lotado e como era segunda feira tava mais calmo. Pedi o Plat du Jour (prato do dia). Na França existe uns “combos” que eles chamam de Formule, é sempre entrada, prato principal e sobremesa com preço fixo. O meu foi meio carinho, €15, mas eu pagaria de novo e de novo. A comida estava sensacional! Eu nunca fui grande fã de salada mas na França eu aprendi a comer bastante e a gostar! Eles sabem me enganar direitinho colocando um pratão de salada com um creme delicioso de queijo como entrada, já com a salada eu fiquei bem satisfeita. O prato principal típico de Lyon era TRIPA hahahhahaha (é sério) daí eu num quis não 😛 Pedi uma lasanha de salmão DELÍCIA! A sobremesa era qualquer coisa com chocolate, bom também. O restaurante é o A La Traboule e fica pertinho da Catedral de Saint Jean.  E aqui está o Formule sucesso de Lyon:

O que fazer em Lyon Formule de um restaurante em Lyon

Depois disso, fui voltando pra casa a pé… já estava anoitecendo e as pontes de Lyon ficaram lindas de novo! 🙂 Lyon ficou na lista das melhores cidades que já visitei! Põe aí na lista!

Organize melhor sua viagem 

Já reservou o seu Hotel? Eu sempre uso o Booking, melhor site para reserva e com opções em todos os lugares do mundo! 

Não esqueça seu seguro viagem! A Seguros Promo é uma das melhores opções porque tem opções bem baratinhas! Usando o código VAMOCOMIGO5 você tem 5% de desconto :)

 Não fique sem internet na sua viagem! Adquira um chip da Easysim4u e fique o tempo todo conectado

fimdepost_vamocomigo

 

Assine a nossa newsletter

Recebe aí as novidades no teu email e ajuda o blog a crescer

I agree to have my personal information transfered to MailChimp ( more information )

Não irei dar, trocar ou vender o seu endereço de e-mail, ta? É confidencial, prometo!

Compartilhar:
Escrito por rebecca
Ex- futura arquiteta, antiga Diretora de Arte e Mídia, atual Analista de Marketing Digital e para sempre Nômade.