Mais uma noite no hostel maravilhoso hahaha #força e #fé Devo confessar que a localização do hostel era a melhor coisa dele, 2 estações de metro pertinho e várias lojas. Comecei o dia tomando o tradicional café londrino, esse dia eu tava pra rasgaaaar dinheiro e paguei 6lb pra comer essa maravilha:

Londres

Eu já tinha comido a primeira vez que estive em Londres mas fazia muito tempo, eu queria só ter certeza de que perdi 6lb haha Pausa para tirar foto nas cabines telefônicas (que agora oferecem wifi :D) e seguimos para ver a Tower Bridge, metrozinho pra fazer o coração chorar e uma vista espetacular. Londres tava bem friazinha mas o sol aparecia algumas vezes para as fotos sairem legais.

Londres

Uma coisa que me impressionou lá é a quantidade de brasileiro… sério, eu escutava português todo-o-tempo! Na rua, no metro, nos restaurantes… só no nosso hostel tinha uns 25 brasileiros que se reuniam no salgão pra falar mal daquele hostel maravilhoso hahahah Da London Bridge, choramos mais uma vez pra pegar o metro e ir pra Nothing Hill, me falaram que era encantador mas a única coisa que achamos de encatador lá foi o KFC 😛 Fome da peste. Ali pertinho fica o Hyde Park, parque urbano de Londres, mas a gente queria muito andar de busão vermelho e pegamos um pra andar até lá, 2km haha #matutas

 no Hyde Park tava tendo o Winter Worldland, parque de diversões que se instala somente no inverno (nome óbvio) mas que é o olho da cara. Cada brinquedo não saia por menos de 5lb e a gente só deu uma voltinha… o que eu queria mesmo era patinar no gelo mas aí que tá colega, era apenas QUARENTA LIBRAS pra levar uns tombos no gelo. Nam.

Londres

Frustradas e cansadas pra caramba ainda queriamos ir no museu de história natural (por que? porque era de graça, claro) na saída do parque vimos uma estação de bicicleta e decidimos investigar como era o esquema. Resultado, era 2lb POR DIA. Gente, e a gente gastando nossas canelinhas/dinheiro do metro podendo ter feito tudo de bicicleta 🙁 #chateada. Então fica a dica pus pobre: bicicletinha. Paga com cartão de crédito, não tem mistério nenhum é tudo muito explicativo na maquininha. Mas sempre que você for pegar a bicicleta, necessita do cartão de crédito para “validar” sua identidade, ta?

Londres

Fomos de bicicleta pro Museu de História Natural que é um prédio incrível e com muita informação interessante. Na entrada tem esse dinossauro enorme que me fez lembrar do filme “uma noite no museu” #cultura haha a gente chegou um pouco tarde e só tivemos 1h lá dentro porque já estava fechando, mas vale a pena chegar cedo e aproveitar cada sala. Lá fora tem uma pistinha de patinação no gelo 😀 A fila tava e-nor-me e num deu 🙁 Pegamos nossas bicicletinhas, voltamos pro hostel e fomos comer de novo nosso maravilhoso PF brasileiro 😀

Londres

No outro dia, cada uma seguiu um rumo :~ Júlia foi para Colônia e eu voltei para Paris para passar as festas de final de ano.  Menina, e às 6h da manhã tava eu correndo atrás do busão do aeroporto e de repente caiu um TORÓ daqueles que parecia que alguém tinha ligado a mangueira na minha cara. Peguei o busão ensopada só pra fechar a viagem.

Saldo do dia:

  • Cafe da manhã – 6lb
  • Metro e busão – 5,60lb
  • KFC – 5lb
  • Bike – 2lb
  • PF – 6lb
  • Busão de volta pro aeroporto – 11lb

Total –  35,50 e uma das melhores viagens que ja fiz 😀

#partiu #paris

Perdeu os outros dias? Aqui aqui ó

Dia 1

Dia 2

Assine a nossa newsletter

Recebe aí as novidades no teu email e ajuda o blog a crescer

I agree to have my personal information transfered to MailChimp ( more information )

Não irei dar, trocar ou vender o seu endereço de e-mail, ta? É confidencial, prometo!

Compartilhar:
Escrito por rebecca
Ex- futura arquiteta, antiga Diretora de Arte e Mídia, atual Analista de Marketing Digital e para sempre Nômade.