Ah, a entrada na Europa. Depois de uma longa viagem, geralmente num avião apertado, o prazer é dobrado só de esticar as pernas. Geralmente, chegamos lá no continente antigo por Portugal, por ser o cantinho mais próximo de nosso país. Mas nossa viagem começa muito antes, e as preocupações e dores de cabeça também.

Planejar uma viagem é super animador, mas também traz consigo alguns pontos chave burocráticos. Para te acalmar, fiz esse post para te mostrar mais ou menos como acontece o passo a passo do planejamento de uma viagem à Europa.

Preparados? Bem, vejam só o que preparamos para você!

PASSOS ESSENCIAIS NO PLANEJAMENTO DE VIAGENS À EUROPA

Nossos planos geralmente começam com a fixação de datas e compra de passagens. Aos viajantes que possuem uma maior flexibilidade de datas, quer sejam os trabalhadores em Home Office, nômades digitais ou outros, às vezes deixam a compra da passagem de volta para depois. Esse é um erro rude! Na entrada lá na Europa, a passagem de volta é uma das primeiras coisas a ser solicitada!

A passagem faz parte dos 5 itens que devem estar em mãos na hora do desembarque em solo europeu. Vamos dar uma olhada aqui em quais são eles:

  • Passaporte válido: esse, deve estar não somente válido na entrada, quanto também a 3 meses a datar de sua entrada. Essa é uma requisição da zona de Schengen e o oficial que te recebe no desembarque solicitará seu passaporte pra dar uma olhada nisso;
  • Seguro viagem: Outro ponto que é requisito para entrar na Europa é estar dotado de um seguro viagem que cubra ao menos 30 mil euros. Lembre que se você tem um cartão de crédito platinum ou superior, você tem direito a esse Seguro só pelo pagamento de sua anuidade. Ligue pra sua operadora de crédito e saiba mais; Mas se você não tiver, faça um clicando aqui e ganhe 5% de desconto usando o cupom VAMOCOMIGO5.
  • Comprovante de hospedagem: Esse pode ser desde o recibo do AirBnb, até mesmo o comprovante de reserva em Hotel, ou carta-convite que você tenha recebido de um amigo que mora na Europa. Pro caso desse último, países como a Hungria têm um modelo padrão. Dá uma olhada nisso;
  • Passagem de retorno: Isso também vale para ter certeza de que você não vai extrapolar seu limite de 90 dias. Esse prazo de 90 dias se renova a cada 180 dias de sua primeira viagem. Caso queira, pode ficar pulando pelos países da zona de Schengen para os da Europa Oriental a cada 90 dias;
  • Comprovações financeiras: Aqui é algo bem subjetivo. Você deve comprovar ao funcionário que você tem poder aquisitivo para ficar na Europa por todo o curso de sua viagem. Falo um pouco mais sobre isso logo abaixo. Na Europa, as autoridades costumam pedir que você entre no país com no mínimo 50 euros para dia de viagem.

Bem, tenho uma história engraçada sobre isso, desse ano mesmo. Em Junho estava indo para Florença, e entrei na Europa por Lisboa. Depois de pedir meus documentos, o funcionário já começou a questionar sobre meus interesses e objetivos na viagem, onde ficaria etc. Mesmo sem tocar nos documentos, foi bem incisivo em questionar sobre todos os detalhes dos mesmos. Não vou mentir, a pressão foi bem grande haha. Ocorre que, dos 10 minutos que ficamos conversando, 9 foram a respeito das comprovações financeiras. Ele ficou surpreso que eu era uma viajante que escrevia para blogs online, questionando sempre: Mas te pagam para isso? Mas o blog é seu? Quanto você ganha? Não vou mentir, foi muito engraçado, além de angustiante. Por ser empreendedora, estava com um certo capital guardado, mas como a viagem seria longa, temia que ele reclamasse.

No fim, deu tudo certo e segui minha viagem sem maiores problemas, mas o susto já valeu mais que uma montanha russa.

Aguardando embarque em aeroporto da Europa

Aguardando embarque em aeroporto da Europa

O QUE VOCÊ PODE SER PEDIDO NA EUROPA EM SI?

Nas ruas, você ainda pode ser parada e pedido para mostrar alguns documentos seus por policiais ou fiscais de rua. Isso acontece para evitar que existam imigrantes ilegais caminhando pelas ruas da cidade sem permissão. Mesmo que isso não tenha acontecido comigo durante meu tempo na Europa, é previsto e pode acontecer, infelizmente.

Para evitar passar por sufocos, ande sempre com seus documentos em mãos, assim como, procure andar sempre na linha. Uma semana antes de voltar ao Brasil, fui pega no metrô e estava sem meu cartão de passagens. Resultado: pagar uma multa de R$260 ou ter meu passaporte retido 🙁

Como bem sabemos o perrengue de tirar um passaporte brasileiro no exterior, acabei pagando. Os europeus são bem rígidos com suas regras, então, siga todas as regras estabelecidas. Você só tem a ganhar!

EXISTEM OFICIAIS EM FRONTEIRAS DENTRO DA EUROPA?

Não necessariamente. Andamos bastante de FlixBus lá na Europa e não passamos por nenhum problema burocrático. Entretanto, como era verão e os festivais estavam em alta, muitas pessoas estavam dizendo que os oficiais fariam blitz nas ruas e avenidas para revistar as bagagens e as pessoas do ônibus.

Não aconteceu conosco, mas, tenha isso em mente!

Imagem da belíssima cidade da Europa: Veneza, na Itália

Imagem da belíssima cidade da Europa: Veneza, na Itália

Ir à Europa não é nenhum bicho de sete cabeças. Procure sempre planejar todos os pontos intrínsecos à sua viagem. Quer seja em questão documental, ou mesmo roupas e roteiros. Tudo isso fará com que sua experiência seja muito mais calma e divertida. Em querendo ouvir músicas para planejar sua viagem, não deixa de dar uma olhada nessa aqui, é minha preferida!

Boa viagem! 🙂

Assine a nossa newsletter

Recebe aí as novidades no teu email e ajuda o blog a crescer

I agree to have my personal information transfered to MailChimp ( more information )

Não irei dar, trocar ou vender o seu endereço de e-mail, ta? É confidencial, prometo!

Compartilhar:
Escrito por Fernanda
Colaboradora do Vamo Comigo e um pequeno gafanhoto saltitando pelo mundo.