teatro manaus

Gente do céu! Que lugar! Eu não sei nem explicar o quão mágico foram os 4 dias que passei por lá. Foi a minha primeira vez indo pro Norte do Brasil 🙂 MAS O QUE QUE TU FOI FAZER EM MANAUS? Porque essa é a pergunta que todo mundo me fez quando eu disse que tava indo pra lá, então vamo lá… O que eu fui fazer em toda as cidades que eu já fui um dia? merma coisa minha gente c-o-n-h-e-c-e-r. E essa oportunidade incrível de ir à Manaus eu tive quando meu irmão inventou de casar com uma amazonense ♥ Então fomos lá, a cavarava nos Cirino’s rumo à Manaus.

When I am with you there's no place I'd rather be ❤️ #family #raquelepablo2016

A post shared by rebecca V cirino (@rebecca.vamocomigo) on

O casamento deles se compara muito aqueles casamentos indianos que duram dias haha foram 4 dias de passeios e muita, muita farra 😀 O casamento em si é um capítulo a parte viu? Porque QUE FESTA.  Rebecca, quero imagens! Segue as imagens de uma das melhores festas que já fui! Teve até boi gente ♥ quantas curtidas uma festa de casamento com boi merece?

O mais legal foi ver a noiva cantando e dançando todas as músicas típicas! Achei demais, é algo parecido com o pessoal de Recife que conhece cada marchinha de frevo, ou eu que conheço cada forró pé de serra, adoro sascoisa 😀 Quantas culturas tão diferentes a gente tem dentro da gente né? Sou apaixonada por esse lugar!

Mas então e a Amazônia hein? A sensação que eu tive é que eu estava em outro Brasil, um Brasil que eu só via nos programas da History Channel. Mas não to falando de Manaus não, a cidade em si é como qualquer outra metrópole brasileira, com trânsito, shoppings e show dos aviões do forró 🙂 A cidade só se destoa do que a gente conhece de Brasil quando vamos no mercado municipal da cidade e logo em frente a gente dá de cara com o porto no Rio Negro. São carros e mais carros estacionados na areia e inúmeros barcos ancorados, dentro deles, aquela infinidade de redes penduradas. Esses barcos fazem viagens de 3 ou 4 dias rio abaixo e muitas vezes é o único meio de transporte de cidades no interior da amazônia.

mercado municipal de manaus

Mas Manaus mesmo não é floresta minha gente, vamo parar com essa ideia que o povo lá vive no mato…Um exemplo é o hotel que ficamos por lá, o Wyndham Garden Manaus tem uma piscina de borda infinita e fica de frente ao Rio Negro e um nascer e pôr do sol incrível, sim! ambos hahaha o Hotel tem um acesso fácil pro Rio e eu acordei cedinho e fui caminhar. Não entrei porque eu tava sozinha e entrar em águas desconhecidas não é meu forte haha

hotel Wyndham manaus

Outro lugar, famoso e lindíssimo é o Teatro Amazonas. Dispensa descrever esse prédio né? O teto é maravilhoso mas nem passei muito tempo nele por motivos de: MEU DEUS DO CEU QUE CALOR DO CACETE. Sim, foi esse o motivo mesmo, me julguem. Manaus é extremamente quente e úmido, só os fortes sobrevivem àquele clima, respeito pelo povo amazonense!

teatro amazonas

O passeio de barco pelo Rio Negro é outro ponto a parte, um ponto extremamente importante e necessário! Se você foi em Manaus e nunca fez esse passeio, você não foi em Manaus. É nele que a gente se sente mais dentro de um programa da History Channel, tirando a parte que todos cantaram farra, pinga e foguete haha \o/ A gente juntou uma galera que tava em Manaus pra ir pro casamento e fechamos um barco já pra antecipar a festa que seria no dia seguinte!

passeio de barco manaus

O passeio custou R$230 (salgadim né?) mas existem empresas que cobram até R$180 por pessoa porém é importante abrir o olho pra essas empresas mais baratas e verificar se elas tem autorização para fazer tal passeio, se se adequam as normas de segurança, ninguém quer morrer antes de visitar o boto cor de rosa né? ♥ falando nele, é a atração principal, a coisa mais linda e gorda que já vi! O barco para numa espécie de pier e lá a gente pode descer e interagir com eles.. rolou até selfie! 😀

boto cor de rosa manaus

Só pode descer um número X de pessoas por vez pra não assustar os bichinhos e os caras do barco ficam com peixes pra atrai-los, quando eles chegam eles levantam os peixes e tentam come-lo e nesse desespero de catar o peixe é cada rabada que eles dão na gente por baixo d’água haha eu fiquei meio aflita de pisar sem querer em um deles então fiquei meio que nadando pra não encostar no chão. Mas foi uma experiência única, muito lindo :~) vontade de abraçar eles e sair nadando que nem o seaworld 😛 eles são muito gordões!

passeio de barco boto cor de rosa

De lá a gente segue rio abaixo em direção à uma tribo indígena. Eu nem sei explicar como tudo aquilo, foi incrível! Eles fazem uma apresentação, dançamos com eles e somos convidados a provar da culinária indígena, com direito a formiga assada e farofa de couro de peixe hahaha a formiga parece pipoca e a farofa parece farofa mesmo 😛 A forma de ajudar a tribo é contribuindo com doações ou comprando o artesanato. Eu fiquei bestinha assistindo tudo aquilo, imagina um gringo? o gringo pira.

Seguimos para ver o encontro das águas dos rios negro e solimões. Elas não se misturam devido a diferença entre a temperatura e densidade das águas… pausa pra fotos e fomos almoçar. O almoço tava incluso no passeio e enchi o bucho de tambaqui!! ♥ Mas o calor EITA MULESTA, tava demais. A gente almoçou e depois de lá a gente ainda ia ver as vitória-régias mas ninguém teve coragem por motivos de: todomundomorto cancelamos. Fica pra próxima 🙁

encontro das águas

Em um único dia deu pra fazer uma porrada de coisas! Claro, foi tudo muito corrido porque o objetivo principal da minha ida à Manaus foi o casamento mas ó, esse post é dedicado para destacar duas coisas:

1 – Manaus não é fim do mundo, só é longe 😀 Assim como Porto Alegre também é! É um parte do Brasil que pouca gente se interessa em conhecer, infelizmente, e muitas vezes por puro preconceito. A cidade é como qualquer cidade brasileira e ninguém cruza com uma macaco atravessando a rua não, ta? vamopararcomisso. Dá pra achar voos em torno de R$500 ida/volta saindo de São Paulo.

2 – É um poço de cultura, um Brasil a parte, encantador e eu não fiz nem 10% do que aquele lugar oferece! Sabe o que tem mais pra fazer lá?

  • Hospedagem em hotel na selva (quero.)
  • Tour aéreo panorâmico (quero)
  • Visita a cidade das cachoeiras (quero)
  • Tour para a caverna Maruága e grutas (joguei no google e… quero)
  • Passeio de sobrevivência na selva (quero nunca precisar haha)
  • Pescaria esportiva

To planejando voltar no Amazonas ainda esse ano? Quem sabe em Junho no festival de Paratins.. hein hein? 🙂

Assine a nossa newsletter

Recebe aí as novidades no teu email e ajuda o blog a crescer

Não irei dar, trocar ou vender o seu endereço de e-mail, ta? É confidencial, prometo!

Compartilhar:
Escrito por rebecca
Ex- futura arquiteta, antiga Diretora de Arte e Mídia, atual Analista de Marketing Digital e para sempre Nômade.